Albertina Nontsikelelo Sisulu (1918- 2011)

Ativista antiapartheid, recebeu a denominação MaSisulu, “mãe da nação”. Nasceu em Transkei, no Cabo Oriental. Se formou como professora na faculdade católica Maria Zell. Mudou-se para Johanesburgo em 1941 e foi treinada no Hospital Geral de Não-Europeus, como enfermeira geral e parteira. Conheceu Walter Sisulu, líder do African National Congress – ANC,  com quem se casou em 1944. Em 1949 passou a fazer parte da Liga das Mulheres do ANC, durante o regime do Apartheid. Foi uma das 20.000 mulheres que marcharam rumo a Pretória em protesto contra as leis do passe (1956). Sua maior preocupação era com o impacto da segregação racial sobre as crianças em decorrência da Bantu Education Act, criada em 1953. Foi co-presidente da Frente Democrática Unida. Em 1989, voltou a participar da organização da Liga das Mulheres e em 1994 foi eleita para o parlamento, onde atuou até 1999, quando ela e o marido deixaram a vida pública. Em 2011 morreu aos 92 anos de idade, e continua sendo uma fonte de inspiração.

Fonte: www.ufrgs.com

Deixe um comentário

Conteúdos relacionados